Whats: (11)991916085

Você está em: Página inicial / Especiais / A Deusa Dourada
A Deusa Dourada

Livro: A Deusa Dourada

Autor - Fonte: Carole Mortimer

Ir para a página:

...Carole Mortimer

Título original: “Golden Fever”
Publicado originalmente em 1982 pela Mills & Boon Ltda., Londres, Inglaterra
Digitado por: Deliane

Capitulo I

Era espantoso. O aeroporto de Los Angeles parecia nunca mudar. Clare já tinha perdido a conta do número de vezes que desembarcara ali, e sempre se deparava com os mesmos tipos de pessoas, cujos rostos traíam, quer a ansiedade dos que buscavam os prazeres da férias, quer a saturação dos que viajavam a negócios.
Em que categoria se incluiria ela? Certamente, não na dos que estavam de férias. Os dias de sua juventude, despreocupadamente vividos em Malibu Beach, eram passado. Estava ali a trabalho, o que a colocava na segunda categoria.
Ainda assim, tinha a sensação de voltar para casa. Parecia-lhe inacreditável ter vivido os últimos cinco anos em Londres. Sentia-se como a jovem de dezoito anos de então, recém-saída da escola, com o mundo todo a seus pés. Só que não tinha tido todo, apenas.
ão! Recusava-se pensar nele. Na verdade, ultimamente, pouco pensava nele, ou no tempo em que tinham estado juntos.
— E a bagagem? — perguntou Clare, num tom meio seco, ao homem que caminhava ao seu lado.
— Vou pegar — respondeu Harvey, encaminhando-se seguro de si à esteira para apanhar as duas malas.
Harvey Pryce mantinha sua linha e calma habituais; nem parecia ter passado nove horas num avião. E por que haveria de parecer? Cinco minutos depois da decolagem, tinha caído no sono, acordando apenas a tempo de lavar o rosto e trocar de paletó.
Clare, em compensação, passou o tempo todo se perguntando se não havia sido um erro fazer aquele filme. Na ocasião, não sabia que parte dele seria rodada em Long Beach. Se soubesse, nem sequer olharia o script.
Ainda estava fugindo, e tinha consciência disso. Não havia nada que pudesse fazer a respeito. Só de pensar em Ralfh, voltava a se sentir a adolescente indefesa de então. E dizer que agora era conhecida por sua frieza.
Ficou esperando Harvey, indiferente aos olhares d e admiração que lhe dirigiam. De fato, ela chamava a atenção. Alta e esbelta, usava um vestido amarelo-ouro. Um cinto branco largo marcava a cintura, fazendo sobressair os quadris.
As pernas eram bronzeadas e bem torneadas. Os cabelos loiros caíam lisos sobre os ombros, emoldurando um rosto perfeito, iluminado por olhos azuis. A Deusa Dourada, assim a imprensa a chamava. Harvey, como seu empresário, fazia o possível para que ela mantivesse essa imagem.
-Srta. Anderson? — Um jovem de uns dezoito anos parou em frente a Clare, com expressão ansiosa. — É Clare Anderson, não é? — insistiu indeciso diante do silêncio dela.
Clare o olhou sem grande interesse.
— Sim? — A voz dela era naturalmente baixa e rouca, e não afetada como achavam muito de seus ditos amigos.
— Ah, meus amigos não vão acreditar! — O rosto do rapaz se iluminou. Ele estava vestido bem à vontade, com calça desbotada, como a maioria dos jovens de sua idade, e camiseta.
Clare sentiu uma pontinha de inveja de seu entusiasmo. Sentia-se cinqüenta anos mais velha que ele. Talvez pelo tipo de vida que vinha levando, às vezes tinha a sensação de já ter vivido demais. Sem dúvida, era devido às imposições de seu trabalho, obrigando-a a filmar em locais diferentes e a conviver com atores diferentes. Quando não estava trabalhando, Harvey lhe impunha que freqüentasse festas para não ser esquecida.
Queria que sempre fosse alvo de atenção pública.
Harvey, sempre o mesmo seguro e leal Harvey! Ele venderia a alma para lhe conseguir os melhores papéis, a melhor publicidade. Ela era sua estrela. E usava seu anel de compromisso, um brilhante enorme que se destacava em seu dedo longo e delicado. Apesar de usá-lo há mais de um ano, ainda não tinha feito planos de casamento.
— Pode me dar seu autógrafo? — perguntava o rapaz.
— Como? Desculpe. — Mal se deu conta do pedido, tão absorta es...

Ir para a página:
Comentários:
Mary santos : Lindo demais amei maravilhoso .
Esther: O romance e realmente maravilhoso,cara amo esses homems apaixonados..
Lea: Lindo romance da vontade de ler mais que pena que acabou..
manuela: lindo romance.....
jo: maravilhoso,amei..
Adriana: Adorei!.
Deixe aqui seu comentário sobre este livro:
Nome:
Comentário:

WhatsApp: (11) 9 9191 6085
Busca Google