Whats: (11)991916085

Você está em: Página inicial / Apaixonantes / À Beira da Paixão
À Beira da Paixão

Livro: À Beira da Paixão

Autor - Fonte: Rhyannon Byrd

Ir para a página:

...Rhyannon Byrd

Um prólogo para a Série
Instinto Primitivo

Disponibilização do inglês: Safire
Tradução: Safire
Revisão inicial: Mariana
Revisão Final: Márcia de Oliveira/ Cris Skau
Formatação: Cris Skau
Logo/Arte: Bia Costa

SINOPSE

Desde o primeiro momento em que ele colocou os olhos em Alia Buchanan, o guerreiro Rhys sabia que tinha ficado obcecado por ela. Ela o consumia despertando seus desejos. Atormentando seus sonhos. Mas, como um dos poucos descendentes restantes de um Clã de dragão europeu, Rhys soube que nunca poderia ter um futuro com Alia, sendo o monstro que era. Não com um anjo como ela.
Até que seu pai foi assassinado e a vida dela fica em perigo mortal.
Agora os dois devem se unir para achar uma antiga Cruz que segura um poder desconhecido antes que seus inimigos o façam. E uma vez que eles estejam com ela em mãos, Rhys deve aprender o que fazer com a Cruz. e com a sua atração proibida pela mulher que jurou proteger.

EPÍLOGO
C
PÍTULO UM
Sul do País de Gales, no início de 1800

Como é possível um sorriso angelical pertencer a um monstro?
As palavras sussurradas passaram através da mente de Rhys enquanto ele assistia Alia Buchanan, filha do estudioso Merrick que tinha sido encarregado de proteger, fazer seu caminho através do pátio coberto de laje. Um crepúsculo lavanda estava caindo pesadamente sobre o morro onde a casa de campo dos Buchanan estava situada no meio da floresta circundante, coberta de hera, o ar perfumado de outono com uma mistura atraente de fumaça de lenha e uma tempestade distante com estrondo no horizonte. Esfumaçados tons de roxo e azul tocaram seus dedos nos ângulos do rosto delicado da jovem, demorando-se sobre o vale suave de seus seios. Os longos cachos de seus cabelos fluindo. Se quisesse manter a sua sanidade, Rhys sabia que precisava desviar o olhar. E ainda assim os seus olhos se recusaram a obedecer ao comando, concentrado à vista em sua expressão misteriosa enquanto seus olhares se encontravam e então identificaram que suave e deslumbrante sorriso se formava na curva sensual de sua boca.
Não importava o quão distante ele tentou ser, não importava o quão rude ou selvagem era enquanto fazia uma careta ao olhá-la, ela sempre o presenteava com esse maldito e irritante sorriso. E ela foi lentamente deixando-o desequilibrado, os segmentos de sua sanidade escorregavam por entre seus dedos como um espiral de fluxos de névoa. Não importava o quanto ele tenha lutado, não poderia pegá-los em suas mãos.
Desde o momento em que viu Alia se tornou obcecado por ela. Uma situação inusitada para um guerreiro que nunca ficou fascinado com nada nem ninguém, muito menos por uma menina caprichosa, que ele poderia facilmente quebrar sob seu poder e sua força. O sangue de seus antepassados Merrick, um dos originais clãs antigos não-humanos, esteve adormecido em seu sangue por gerações, deixando Alia e seu pai com os corpos tão vulneráveis como qualquer ser humano. Era uma loucura até mesmo pensar em tocá-la, muito mais fantasiar sobre ela a ponto de ser uma presença constante de dor dentro de sua mente.
Mas ele não podia parar. E só Deus sabia que tinha tentado.
Se tivesse sido simplesmente a sua aparência física que o tivesse encantado, poderia ter encontrado uma maneira de ver a razão e colocá-la fora de seus pensamentos. Afinal, ele sempre foi da opinião de que um rosto bonito poderia ser facilmente substituído por outro. Mas havia muito mais que a atração que continuava a puxá-lo para Alia, apesar de o quão duro ele tentou resistir. Ela era muito doce. Muito intoxicante. Ele só podia maravilhar-se com a forma que ela encarava o mundo, o via de uma maneira que ele tinha certeza de que ninguém mais o fazia. Vê-lo através dos seus olhos podia perfurar e penetrar as mais endurecidas defesas selvagens. Era assim que ele se sentia agora, segurando seu olhar azul escuro, a sensação desconfortá...

Ir para a página:
Comentários:
zil: Quente kkkkkkk.
Bell: Li muito bom.
Agnes: Lindo demais. Tomara que tenha todos os livros aqui! 16/01/2018.
Aninhao: Ótimo.
Rosângela : Eu queria um rhys também.
minuche: linda história de amor,paixão,cumplicidade,respeito e muita magia....
helena fontoura da mota: Amei o casal! Poesia pura a estorinha! Vale muito a pena ler esse livro lindo! .
denise praxedes: bem bom o livro.
Nina: O romance e bom..
Deixe aqui seu comentário sobre este livro:
Nome:
Comentário:

WhatsApp: (11) 9 9191 6085
Busca Google