You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
A arte da sedução - Susan Napier

Livro: A arte da sedução - Susan Napier

Autor - Fonte: Susan Napier

1 / 55 Próxima

... A Lesson in Seduction Susan Napier Ele era um homem tímido. Ou um sedutor? Os dois se encontraram no aeroporto. Ele usava um temo e carregava uma maleta. Parecia quieto, um pouco tímido. Definitivamente, não era o tipo que iria flertar com uma companheira de viagem, ainda mais quando ela era a famosa atriz Rosalind Marlow! Seu nome, Rosalind descobriu, era Luke James. E imediatamente quis saber mais sobre ele. Estava imaginando coisas, ou ele estava seguindo seus passos? E será que era tão inocente quanto aparentava? O que ele realmente precisava era de uma lição sobre flerte. Num impulso, Rosalind decidiu que seria sua professora! Digitalização: Tatja Revisão: Cassia Querida leitora, Duas histórias magníficas, escritoras de primeira categoria e emoção a toda prova. Você vai morrer de paixão por estas duas deliciosas histórias de amor! Janice Florido Editora Executiva Susan Napier A Arte da Sedução Copyright © 1996 by Susan Napier Originalmente publicado em 1996 pela Silhouette Books, divisão da Harlequin Enterprises Limited. Título original: A Lesson in Seduction Tradução: Márcia Gimenez Editor: Janice Florido Chefe de Arte: Ana Suely Dobón Paginador: Fernando da Silva Laino Todos os direitos reservados, inclusive o direito de reprodução total ou parcial, sob qualquer forma. Esta edição é publicada através de contrato com a Harlequin Enterprises Limited, Toronto, Canadá. Silhouette, Silhouette Desire e colofão são marcas registradas da Harlequin Enterprises B.V. Todos os personagens desta obra são fictícios. Qualquer semelhança com pessoas vivas ou mortas terá sido mera coincidência. EDITORA NOVA CULTURAL LTDA. Rua Paes Leme, 525 - 10e andar CEP: 05424-010 - São Paulo - Brasil Copyright para a língua portuguesa: 1998 EDITORA NOVA CULTURAL LTDA. Fotocomposição: Editora Nova Cultural Ltda. Impressão e acabamento: Gráfica Círculo CAPÍTULO ...
— Deixar o país? — Rosalind Marlow parou de caminhar em círculos pelo elegante hall da casa de seus pais e encarou a mãe consternada. — Apenas por algum tempo, querida — Constance Marlow murmurou placidamente, terminando a xícara de chá e colocando-a em seguida sobre a bandeja de prata que repousava sobre a mesa de centro. Parecia estar indiferente à preocupação da filha. — Pelo menos até que toda essa confusão seja esquecida. — E você está sugerindo que eu fuja! — Rosalind perguntou com incredulidade, sentindo o corpo reagir àquela idéia covarde com um tremor incontrolável. Ela e seus cinco irmãos haviam sido criados na crença de que deviam sempre encarar as responsabilidades, não importava o quanto isso fosse embaraçoso. Como sua mãe podia ter mudado de opinião com tamanha facilidade? Virou-se para o pai em busca de apoio, mas o homem limitou-se a encolher os ombros, como se dissesse que o assunto estava nas mãos da esposa. Era realmente uma posição muito cômoda. Com mais de trinta anos de experiência como diretor teatral, Michael Marlow desenvolvera a habilidade de controlar as personalidades voláteis e egocêntricas dos atores e atrizes com os quais trabalhava. E isso incluía sua famosa esposa. — Pense nisso como um período de férias, querida — Constance murmurou num tom melódico, com uma dicção absolutamente impecável. — Você deve admitir que precise disso, afinal de contas. Principalmente depois do que teve que passar em seu último trabalho. Rosalind sentiu um arrepio na espinha ao lembrar-se do filme em que atuara recentemente. O desastre da produção só servira para confirmar seu pressentimento de que, como sua mãe, seu lugar era mesmo nos palcos de teatro. Ela gostava de pensar em si mesma como uma atriz versátil o bastante para fazer qualquer coisa, mas nunca apreciara realmente á natureza repetitiva do trabalho diante da câmera. Além disso, no final era sempre um editor anônimo, ...

Anterior 2 / 55 Próxima
Comentários:
VALERIA CRISTINA : Muito boa a historia.
minuche: leitura gostosa e prazerosa,de fácil leitura.gostei.é claro q já li histórias bem mais complexas e marcantes.mas ñ quer dizer q essa ñ seja uma boa leitura.gostei..
Mary Santos : Gostei muito bom .
Cassia Bernardo: Bom..
rosi: péssimo horrível desestimulante e etc....
Deixe aqui seu comentário sobre este livro:
Nome:
Comentário: