You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
A Aposta - Suzanne Enoch

Livro: A Aposta - Suzanne Enoch Página 2

Autor - Fonte: Suzanne Enoch

Anterior 2 / 115 Próxima
... ais importantes que as donzelas? — Os dragões protegem tesouros — Lucinda disse. — Por isso, as mulheres com dotes abastados possuem o mesmo grau de importância que os dragões. — Nós deveríamos ser os tesouros, com ou sem dotes — Georgiana insistiu. — O problema é que somos mais complicadas que apostas e corridas de cavalos. Compreender uma mulher está para além da capacidade da maioria dos homens. Lucinda provou o bolo de chocolate. — Concordo. É preciso mais que uma espada brandindo em minha direção para despertar meu interesse. — Ela riu. — Lucinda! — Ruborizada, Evelyn se abanou com o leque. — Pelo amor de Deus! — Não. Luce está certa, Evie. Um cavalheiro não pode conquistar o coração de uma mulher do mesmo jeito como ele. ganha uma corrida no Tâmisa — Georgiana pontuou. — Eles precisam saber que as regras são diferentes. Por exemplo, eu não gostaria de me associar a um cavalheiro que tenha como hábito partir o coração das damas, por mais charmoso e rico que ele seja. — E um cavalheiro deve saber que uma dama é dona da própria vontade! — Evelyn acrescentou, enfática. Lucinda se levantou e foi até a escrivaninha do outro lado da sala. — Precisamos escrever tudo isso — ela sugeriu, pegando papéis em uma gaveta. — Nós três possuímos muita influência, principalmente no que se refere aos cavalheiros para os quais essas regras se aplicam. — E prestaremos um serviço inestimável às outras damas — Georgiana concluiu, quando um plano começou a se formar em sua mente. — Mas uma lista não fará nada a ninguém, a não ser a nós mesmas. — Evelyn pegou o lápis que Lucinda lhe entregava junto com o papel. — Fará, sim, quando pusermos nossas regras em prática — Georgiana afirmou. — Proponho que cada uma de nós escolha um homem e lhe ensine o que precisa saber para impressionar uma mulher. — Claro! Que idéia incrível! — Lucinda bateu palmas. Ao começar a escrever, Ge ...
rgiana riu. — Poderíamos publicar nossas regras no London Times. O título seria: "Lições de Amor de Três Damas Distintas". A lista de Georgiana . Nunca parta o coração de uma dama. . Sempre diga a verdade, a despeito do que acredite que uma dama queira escutar. . Nunca faça uma aposta que envolva os sentimentos de uma dama. . Flores são bem-vindas; mas certifique-se de serem as preferidas da dama em questão. Lírios são particularmente adoráveis. Capítulo I Lady Georgiana Halley observou lorde Dare entrar no salão de baile e perguntou-se por que as solas das botas lustrosas do visconde não esfumaçavam, já que o homem caminhava pelas trilhas do inferno. O restante dele certamente ardia em chamas enquanto, moreno e diabolicamente sedutor, dirigia-se às salas de jogos. Ele nem sequer notou quando Elinor Blythem lhe deu as costas. — Eu odeio aquele homem — Georgiana murmurou. — Como disse? — lorde Luxley perguntou, empreendendo os passos da quadrilha. — Nada, milorde. Estou pensando em voz alta. — Pois então partilhe seus pensamentos comigo, lady Georgiana. — Luxley tocou a mão dela, virou-se e desapareceu atrás da srta. Partrey antes de voltar novamente a encará-la. — Nada me agrada mais que o som de sua voz. Exceto, talvez, o ouro que tilinta em minha bolsa. Georgiana suspirou. Ela se tornava cada vez mais intolerante. — Está apenas sendo gentil, milorde. — Essa é uma impossibilidade no que lhe diz respeito, milady. Quando deram outra volta no salão, ela notou que Dare saía de seu campo de visão. Provavelmente o devasso ia fumar um charuto com seus amigos igualmente libertinos. A presença do visconde havia estragado a noite agradável. Como fora sua tia quem organizara a soirée, não podia imaginar quem o convidara. Seu parceiro de dança se juntou a ela outra vez. Georgiana presenteou o garboso barão com um sorriso determinado. T ...

Anterior 3 / 115 Próxima
Comentários:
A.s.franca: Eu gostei muito rsrs♡♡♡.
mel: Olá os livros não estão mais disponíveis para baixar?.
tuti fruti: O livro foi bom. Somente achei deprimente o final. Muito bobo. .
Edlene Rodrigues: Amei..
Denise Praxedes: muito bom mesmo ri muito .
jo: casal maravilhoso,leiam.
Esther Costa: Rir muito... amei.
Lais Costa: Hummm... Uma historia fascinante... Pena que foi pouca....
Deixe aqui seu comentário sobre este livro:
Nome:
Comentário: