Whats: (11)991916085

Você está em: Página inicial / Especiais / Um Segredo de Mulher Página 2
Um Segredo de Mulher

Livro: Um Segredo de Mulher Página 2

Autor - Fonte: Miranda Jarrett

Ir para a página:
...ão sei se devo, Rebecca. Além disso, a mesa do senhor Falcon está sendo atendida por você.
- Não tem importância. Vá até lá, a menos que esteja com medo de receber um beliscão de Ben Hazard no caminho.
Catie hesitou por um momento. Respirou fundo, encheu-se de coragem e, erguendo a bandeja nos braços, começou a atravessar o salão. Ignorou os presentes e foi direto até o sr. Falcon.
Ao notar as intenções da jovem, o homem de olhos azuis sobressaltou-se, fitando-a com insistência. O coração de Catie disparou. De pé diante da mesa, ela tentou dizer alguma coisa. Faltaram palavras, porém.
- Bom dia, flor do dia. Ou da noite, quem sabe? - adiantou-se o cavalheiro.
- Lá fora, o céu está povoado de estrelas. As flores da noite enfeitam o firmamento. As flores do dia, ao romper da aurora, hão de adornar os jardins do esquecimento.
- Qual delas prefere o capitão?
A resposta de Catie comoveu-o.
- Belas palavras, moça. Sinto-me lisonjeado por poder escolher entr
o perene fulgor das estrelas e a alegria fugaz da primavera.
- A decisão é sua, capitão. Devo trazer-lhe mais uma dose de rum? – indagou Catie, certa de que Rebecca a observava. - Ou o senhor prefere uma bebida mais requintada?
- Capitão? Desde quando? - brincou o mais jovem dos amigos do sr. Falcon, já alterado pela bebida. - Aí está ela, Anthony, É toda sua. Afinal, você não tirou os olhos dessa moça desde que chegou.
Ao perceber o estado do rapaz, Catie se afastou. Seu pai lhe havia ensinado a manter distância de homens embriagados. Seus olhos, no entanto, brilharam ao ouvir o primeiro nome do capitão.
O movimento brusco permitiu que Falcon a tomasse pelo braço e a acariciasse com a ponta dos dedos. Aturdida, Catie ficou paralisada.
- Não seja precipitado, meu primo. Esta jovem está apenas sendo gentil. Não tenho culpa se moças bonitas se interessam mais por mim do que por você.
Catie sabia que o melhor a fazer era livrar-se de Falcon. Ela jamais havia permitido tais intimidades aos fregueses da taverna. Mas, dessa vez, era diferente. A leve pressão dos dedos dele sobre sua pele era agradável e excitante.
- Minha querida, eu não sou capitão. Sou Anthony Falcon, do condado de Franklin, baía de Massachusetts. Esses rapazes que me acompanham são meus primos Jonathan e Joshua.
- É um prazer conhecê-lo, sr. Falcon.
- Aqui estou para servi-la, senhorita.
- Catie. E a verdade é que sou eu quem devo servi-lo, sr. Falcon. Querem mais bebida?
- A senhorita é uma mulher encantadora.
Emocionada, Catie não sabia o que dizer ou fazer.
Anthony Falcon continuava a acariciar-lhe as mãos, e seus olhos azuis brilhavam ao passear por seu corpo. Embevecida e emocionada, Catie, envolta em sonhos, mal acreditava que um homem como Anthony Falcon lhe fazia a corte.
Uma voz mal-humorada a fez voltar à realidade:
- Como é, Catie? Esse rum vem ou não vem? - disse um homem atarracado, que acrescentou: - Será que está tão ocupada com esse grupo de janotas a ponto de desprezar homens honestos e trabalhadores?
Catie sentiu a mão pesada de Zeb Harris afastando-a de Anthony Falcon. Zeb, um marinheiro não muito jovem, e seus quatro amigos, clientes habituais da taverna, se alvoroçavam e riam ao vê-la apoiar-se, quase perdendo o equilíbrio, na beirada de uma cadeira.
- Ande, menina! Vá buscar nosso rum - Zeb gritou, depois de dar-lhe uma palmada nas nádegas. - Rápido, senão vou reclamar com Ben Hazard!
- Tire as mãos de mim! Como ousa? Vou servi-los agora mesmo – respondeu Catie, envergonhada e humilhada diante de Anthony Falcon. Desvencilhando-se de Zeb, acrescentou: - Desculpe-me, Zeb. Eu não deveria tê-los feito esperar.
Ao voltar-se para ir ao balcão, Catie deu de frente com Anthony. O cavalheiro era mais alto e mais forte do que imaginava. Com o coração descompassado, ela murmurou:
- Com licença, senhor.
- Não se apresse. Esses grosseirões não merecem sua atenção. Vou exigir que peçam des...

Ir para a página:
Comentários:
Dani Ornellas: Muito bom!!!❤.
Aninha: Que maravilha desse romance, o amor acima de tudo.
Luana: Lindo envolvente até o final. Que bom que no final deu tudo certo e o amor deles é lindo..
Deixe aqui seu comentário sobre este livro:
Nome:
Comentário:

WhatsApp: (11) 9 9191 6085
Busca Google