Whats: (11)991916085

Você está em: Página inicial / Alucinantes / A noiva prisioneira
A noiva prisioneira

Livro: A noiva prisioneira

Autor - Fonte: Susan Spencer

Ir para a página:

...Susan Spencer



Clássicos Históricos nº 266

Originalmente publicado em: 2001
Título original: The Prisoner Bride
Copyright para a língua portuguesa: 2003
EDITORA NOVA CULTURAL LTDA.


Digitalização: Palas Atenéia
Revisão: Valéria Gouveia

Ele a aprisionou…
Ela roubou seu coração!

Inglaterra, 1440

Todas as mulheres sucumbiam aos encantos de Kiernan… Pelo menos até então, pensava ele, intrigado. Glenys Seymour parecia imune ao seu charme. Era possível que o fato de ele a ter raptado tivesse alguma influência nisso… mas alguma coisa estava ocorrendo, para um homem experiente e endurecido como ele sentir-se tão envolvido por uma donzela virgem e simplória como ela.

Se realmente possuísse poderes mágicos, Glenys eliminaria todos os vestígios daquela paixão, estranha, porém arrebatadora, que sentia por Kiernan FitzAllen. O homem era um fora-da-lei, um aventureiro, um trapaceiro. No entanto, era o lendário “escolhido” que a aj
daria a realizar o desejo secreto de seu coração!

PRÓLOGO


Londres, Maio de 1440

— Não, não vou matar a jovem, se é isso que você está me pedindo. Não sei se lhe disseram, mas eu não costumo violentar mulheres.
— Claro que não — garantiu imediatamente sir Anton Le¬gasse, no intuito de tranqüilizar seu convidado. — Você enten¬deu tudo errado. Eu amo Glenys, e ela nutre o mesmo amor por mim. Jamais gostaria que qualquer coisa de ruim lhe acon¬tecesse. Quero apenas mantê-la a salvo até que a família con¬corde com o nosso casamento. Ninguém falou em morte.
Sir Anton olhou para os inúmeros vilões depravados da taverna, torcendo para conseguir resolver logo aquele assunto. Não lhe agradava nem um pouco ficar naquele lugar sombrio. O Black Raven não era o tipo de estabelecimento que costumava freqüentar. Entretanto, era o antro favorito de ladrões, prosti¬tutas e assassinos, que se reuniam para beber e jogar, enquanto esperavam por alguma oportunidade para fazer serviços sujos. Em troca de dinheiro, claro.
Tirando um elegante lenço de seda do bolso de sua túnica, ele limpou o suor da testa antes de se voltar para o homem sentado à sua frente. Diferentemente de sir Anton, o sujeito mostrava-se bastante confortável em meio àquele tipo de gente.
— Contra a vontade dela, você está insinuando — deduziu o bandido, colocando a caneca em cima da mesa com movimentos lentos e comedidos. — Uma mulher apaixonada seria capaz de se esconder até da própria família para conseguir se casar com o homem dos seus sonhos. Eu o admiro por ser tão amado por uma mulher, mas existe mesmo a necessidade de trancafiá-la?
Sir Anton estudou aquele homem com cuidado. Kieran FitzAllen era famoso pela grandeza de seu caráter quando se tra¬tava de negócios, uma pessoa a quem se podia confiar tarefas das mais sigilosas em troca de uma boa gratificação em dinhei¬ro. Por outro lado, também era conhecido pelo tipo de trabalho que aceitava. Furtava, roubava e lutava contra quem fosse pre¬ciso, mas se recusava terminantemente a prejudicar o sexo oposto. O que era de se admirar, pois FitzAllen era um homem muito bonito, e as mulheres, jovens e velhas, casadas e soltei¬ras, puras e impuras, não hesitavam em se jogar nos braços dele. Tal adoração era recompensada com igual estima, em es¬pecial no que dizia respeito à parte física.
Diziam os rumores que, em seus vinte e nove anos de idade, Kieran FitzAllen tinha se deitado com mais mulheres do que a maioria dos homens podia esperar simplesmente conhecer durante toda uma vida. Não, ele jamais prejudicaria uma mu-lher, nem mesmo em troca de uma fortuna em ouro. Sir Anton sabia que precisava encontrar a maneira certa de convencer aquele homem da veracidade de suas intenções.
— A família da jovem nos separa — falou ele, inclinando o corpo para a frente —, e é o que a impede de se entregar a mim. Não é nada fácil entrar para uma família tão tradic...

Ir para a página:
Comentários:
Elaine: Adorei muito bom..
A.s.franca: Gostei muito! ♡ Só queria que tivesse uma continuação rsrs ♡ .
Rose: Bem gostoso de ler.
sara: Bom.gostei.
Paula: Gostei!.
jo: gostei muito!!!!.
Deixe aqui seu comentário sobre este livro:
Nome:
Comentário:

WhatsApp: (11) 9 9191 6085
Busca Google