Whats: (11)991916085

Você está em: Página inicial / Excelentes / A Ninfa do Rio
A Ninfa do Rio

Livro: A Ninfa do Rio

Autor - Fonte: KATE KINGSLEY

Ir para a página:

...The river sprite
KATE KINGSLEY


CLÁSSICOS HISTÓRICOS – 144

Contra todas as discriminações.
Competente timoneira de um vapor do rio Mississípi,Serena Caswell achava que podia confiar em Nathan Trent tanto quanto numa víbora. Não adiantava ele ser lindo como o pecado! Jamais poria seu coração, e muito menos seu adorado barco, na mãos trapaceiras de um jogador! Aproveitar as chances era uma segunda natureza em Nathan Trent, jogador e aventureiro extraordinário.
Mas apostaram suas habilidades para sobreviver na guerra contra á ninfa do rio Serena Caswell acabou sendo a mais importante jogada de sua vida.




DIGITALIZAÇÃO E REVISÃO: MARINA CAMPOS






CAPÍTULO UM

Com a testa franzida, Antoine La Branche olhava para o rapaz sentado diante dele. A brisa suave que vinha do rio, acomodados em espreguiçadeiras no jardim da casa de Antoine, tomavam li¬monada gelada.
— Às vezes não sei o que fazer com você, Nathan. Como pode dizer que vai para
Califórnia quando acaba de chegar a Nova Orleans vindo sabe Deus de onde?
— Texas. — Nathan Trent tinha que entrecerrar os olhos para fitar o tio à forte claridade do sol.
O creole, como chamavam na América os franceses que lá se radicavam e seus descendentes, meneou a cabeça.
— Você tem o mesmo espírito inquieto do seu pai. Quando sua mãe, minha única irmã, decidiu casar-se com um kain-tock, um estrangeiro, eu pensei que iria morrer de vergonha, no entanto fui obrigado a admirar o seu pai. Micah é um excelente homem. — Antoine fitou o sobrinho com ar in-quisidor. — Você sabe o que quer Nate?
— Por enquanto — Nathan tomou um gole de limonada , um pouco de sossego e um bom jantar. Depois gostaria de voltar ao meu jogo de cartas.
— Jogo de cartas? — ironizou o tio. — Soube que está no. "estabelecimento" de madame Tournay há quase uma semana.
A risada profunda de Nathan pareceu ecoar no horizonte, onde o céu crepuscular assumia tons de brilhante vermelho.
— O senhor é o francês mais correto que existe e aposto que nunca viu um bordel por dentro.
— O que diriam se vissem um banqueiro em uma casa de encontros? — indignou-se Antoine. — Sou um cavalheiro!
— Cavalheiros também jogam baralho. — Nathan afugentou um inseto aventureiro da borda de seu copo.
— Era isso que eu estava fazendo na casa de madame Tournay. Como soube que eu estava lá?
— Eu. ouvi alguns comentários.
— O senhor ouve "coisas" demais para um cavalheiro — brincou o rapaz. Ergueu-se e aproximou-se de uma grande magnólia que imperava no jardim. — Por que mandou me chamar, tio Toine? Espero que não seja para me passar um sermão por estar jogando; poderia ouvi-lo de meu pai, se preferisse estar em Baton Rouge.
— Esteve lá? Viu sua família depois que voltou do Oeste?
— Não.
— Quatro anos é muito tempo para ficar longe, Nathan — observou Antoine —, ainda mais por causa de uma mulher. Ela não merece isso.
— Eu sei. — A expressão do jogador era indecifrável como se ele estivesse sentado a uma mesa de jogo. — Se é apenas isso que tem a me dizer, tio.
Por instantes, ouviu-se no jardim apenas a água jor¬rando na fonte e as folhas farfalhando pelo vento. Depois, veio da casa o barulho de porcelanas e cristais, indicando que a mesa para o jantar estava sendo posta.
Antoine observou atentamente o sobrinho à fraca lu¬minosidade do crepúsculo. Nathan havia mudado. Quan¬do garoto era meigo, fácil de levar, porém agora usava a afabilidade como uma armadura que não permitia a ninguém penetrar seu íntimo.
— Sente-se, s\\\'il vous plaü — pediu, por fim. — Tenho um negócio a lhe propor.
— Mais um investimento? — Nathan sentou-se.
— Talvez. Nate, você não faz nada na vida desde. desde a guerra com o México, creio. Será que não tem interesse em fazer algo que não seja pegar em armas ou ser jogador profissional?
— Eu estava pensando em ir até a Califórnia.
— Ah, ...

Ir para a página:
Comentários:
Paula: Divertido, recomendo! .
Deixe aqui seu comentário sobre este livro:
Nome:
Comentário:

WhatsApp: (11) 9 9191 6085
Busca Google