Whats: (11)991916085

Você está em: Página inicial / Marcantes / Feitiço espanhol

Terapia de Regressão de Memória

Feitiço espanhol

Livro: Feitiço espanhol

Autor - Fonte: Jane Corrie

Ir para a página:

... Jane Corrie
Título original: “The Spanish Uncle”
Publicado originalmente em 1979 pela
Mills & Boon Ltda. Londres, Inglaterra.
Tradução: Maria Luísa Lopez
Copyright para a língua portuguesa 1982
Abril S.A. Cultural e Industrial – São Paulo.
Composto e impresso em oficinas próprias
Foto da Capa: R.J.B. Photo Library











CAPÍTULO I


Mary Allis olhava preocupada em todas as direções, na tentativa de encontrar o pequeno Paul. Onde se metera ele, afinal? Como toda criança, Paul se distraía com qualquer coisa que lhe chamasse a atenção, fazendo com que se esquecesse da vida. Avistou-o finalmente, perto da seção de engarrafamento de vinhos por pressão, que o havia fascinado. Ali estava ele, com um ar amedrontado e perdido, sem dar pela presença de Mary.
- Estou aqui, Paul - disse ela, sorrindo ao ver o brilho radiante e aliviado nos olhos
o garoto. - Ouça, querido, gostaria que você não ficasse perambulando por aí. Agora vamos embora, para não perder o Ônibus.
Obedientemente, ele deu a mãozinha a Mary e ficou agarrado a ela enquanto se dirigiam à saída, em meio à multidão. De repente, o menino deu um encontrão em um homem alto que entrava naquele momento.
- Sinto muito. - desculpou-se Mary e, ao olhar para o rosto do homem, empalideceu. Ele era extraordinariamente parecido com Paul, talvez à imagem exata do que seria o menino quando se tomasse adulto. Assustada, Mary agarrou-se a Paul e arrastou-o para fora, enquanto o estranho falava com ela numa voz suave e firme:
- Um momento, por favor.
- Aquele homem quer falar com você, mamãe! - disse Paul, vendo que Mary não parava.
Mas Mary não lhe deu atenção, murmurando algo sobre o ônibus, que estaria saindo. O homem não desistiu e plantou-se decididamente diante dos dois, impedindo-os de prosseguir.
- Eu. Nós temos que pegar o ônibus. Já estamos atrasados. ¬Mary balbuciou num fio de voz, tentando desviar-se dele, no que foi novamente impedida.
- Sei que estão com pressa, mas assim mesmo podíamos conversar um momento, não é? - disse ele calmamente. Sem esperar por uma resposta, tomou o braço de Mary, conduzindo-a de volta ao hall, em direção ao escritório, enquanto advertia em voz baixa, porém firme: - Aconselho-a a manter-se boazinha.
Mary percebeu que nada poderia fazer sem provocar um belo escândalo. Por isso, deixou-se levar docilmente, enquanto se amaldiçoava por ter levado Paul justamente àquela feira. Tentou manter-se calma e racional, dizendo-se que, fosse quem fosse aquele homem, ele não teria direitos sobre Paul. Mesmo que fosse o pai dele não faria diferença.

- Você é meu pai? - perguntou Paul subitamente enquanto caminhavam, fazendo com que Mary corasse.
- Fique quieto, Paul! - disse ela rapidamente.
O estranho sorriu pela primeira vez, deixando entrever uma profunda ternura ao olhar para o garoto.
- Não. - respondeu ele. - Mas conheci o seu pai.
Mary sentiu-se aliviada ao ouvir aquilo. Então ele não era o pai de Paul. Mas, pelo modo como falara, tinha dado a impressão de que Enrique não mais vivia. Olhou interrogativamente para ele, mas não obteve nenhum esclarecimento. O homem abriu a porta do escritório, fazendo um gesto Para que entrassem.
Era extraordinariamente parecido com Paul, e Mary imaginou que devia ser irmão de Enrique, portanto tio de Paul. Se era assim, então ele não iria criar embaraços a ela. De qualquer modo, pelo ar grave e pela maneira com que ele a segurava, como que temendo que ela escapasse. Mary provavelmente ia ter alguns problemas a enfrentar. Pois bem, que viessem. Mary Allis não era de se deixar intimidar por nenhum estranho de rosto duro e maneiras autoritárias.
Entraram num pequeno escritório onde, depois de fazê-la sentar-se, o homem apanhou Paul e colocou-o no próprio colo. Paul não disse nada, limitando-se a olhar extasiado para aquele estranho desconhecido, que sorriu e perguntou:
- Seu nome é P ...

Ir para a página:

Busca Google