Whats: (11)991916085

Você está em: Página inicial / Marcantes / A Noite dos Amantes
A Noite dos Amantes

Livro: A Noite dos Amantes

Autor - Fonte: Sandra Field

Ir para a página:

...
Casamento estava fora de questão, e nunca quisera filhos. O que Seth tinha a oferecer além de um romance? Uma aventura amorosa de seis semanas, ele pensou. Lia merecia mais do que isso. O que fazer?
— Então, amanhã. Vamos nos encontrar para o café-da-manhã. Sem riscos.
— Você é um risco em potencial.
— Você se acovardou nos últimos oito anos?
— Estou sendo sensata. Por favor, vá embora.
— Nove horas amanhã, no Restaurante dos Arrecifes. Eles fazem ovos mexidos maravilhosos.
— Espero que possa degustá-los. Sozinho.
— Você vai aparecer. Sei que vai. Ouvi você tocar, e sei que não conhece o significado das palavras covardia ou precaução.
Dois dias atrás, Lia teria concordado com Seth. Ela caminhou em direção à porta e a abriu. A primeira coisa que faria assim que ele fosse embora seria esconder a foto da filha no fundo da mala.
— Fique longe de mim, Seth.
Ele lhe deu um beijo no rosto e disse:
— Não posso. Estou feliz demais por tê-la
reencontrado.


Digitalização: Ana Cris
Revisão: Crysty




Querida leitora,
A violinista Lia d\'Angeli não imaginava reencon¬trar Seth Talbot oito anos depois, e não esperava que ele fosse capaz de reconhecê-la sem a máscara que então usava. Mas como poderia ele esquecer do anjo que iluminara fugazmente sua existência apenas para desaparecer, como um sonho, sem deixar vestígios? A magia que uma vez os unira não precisava de mais do que um toque ou um olhar para renascer, mas ago¬ra teria de enfrentar o maior dos desafios: o mundo real.





CAPÍTULO UM

Deslumbrante. Magnífica!
Lia d\'Angeli caminhava margeando uma das pare¬des do imenso saguão do hotel. Os espelhos doura¬dos, que iam do chão ao teto, refletiam o que poderia ter sido uma das festas de Luís XIV. Ela apertava o convite que recebera no dia anterior do amigo pari¬siense, Mathieu.
— Um baile de máscaras. Infelizmente, não vou poder ir. Leve algum rapaz bonito, coma, beba e dan¬ce. Você pode acabar na cama dele. É bonita demais para ter a reputação de uma freira — disse o amigo, sorrindo.
Lia não acreditava na estima de Mathieu; o francês era conhecido pelos seus gracejos românticos em to¬dos os bairros de Paris. Porém, parte do conselho a amiga pretendia aceitar. Comer, beber e dançar. Sim, faria essas três coisas com prazer. Entretanto, tinha que ir ao baile sozinha e pretendia deixá-lo da mesma forma.
Sozinha e anônima, Lia pensou com um suspiro de puro prazer. Sua fama era recente, e não completa¬mente agradável. Mas, essa noite, ela não era Lia d\'Angeli, a brilhante violinista que explodira no ce¬nário internacional ao ganhar dois concursos de pres¬tígio em menos de seis meses. Estaria coquete e enigmática, indo de parceiro em parceiro sem a intenção de ser conquistada por qualquer deles.
A fantasia de borboleta consistia em um collant brilhante na cor turquesa que delineava os seios, os quadris, acentuando a cintura e as pernas longas e esguias. Nos pés, sandálias com pedras na cor do col¬lant. Entre os braços e as coxas tremeluziam as asas, dobras de gazes de seda, nas cores turquesa e verde. Mas era a máscara que compunha a fantasia. Como se fosse um capacete, cobria as altas maçãs do rosto, re-velando apenas os olhos negros, e escondendo o ca¬belo preto sob lantejoulas e penas de pavão. Lia se maquiara com cuidado: rosto, queixo e pescoço, tudo na cor turquesa. Os lábios eram dourados.
Uma fantasia que a libertava para ser quem quises¬se. Ninguém ali a conhecia. E ela pretendia tirar o máximo de proveito disso, dançar e ir embora à meia-noite, assim como Cinderela.
Os olhos percorriam a multidão. Maria Antonieta, o Corcunda de Notre Dome, uma dançarina sexy do Moulin Rouge. Todos mascarados.
Lia livrou-se do repentino desconforto, encaminhando-se ao atendente e apresentando-lhe o convite. Um policial uniformizado sussurrava algo ao ouvido do homem à porta. Este, impaciente, a ...

Ir para a página:
Comentários:
Wanda santos: Gostei .
Lila: Lindaaaaaa.
Rose: Lindo demais , que homem difícil !.
Ju: Amei muito.
Mary : Amei é lindo e emocionante .
maristela 18/04/15: Muito bom..
Mônica Borges: Nossa muito bom, este romance é ótimo..
Deixe aqui seu comentário sobre este livro:
Nome:
Comentário:

WhatsApp: (11) 9 9191 6085
Busca Google