You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
A Missão de Allan Kardec

Livro: A Missão de Allan Kardec Página 2

Autor - Fonte: Carlos Imbassy

Anterior 2 / 73 Próxima
... para uma porção de jornais e revistas especializadas e responde, com impecável pontualidade, pelo Mundo Espírita, a uma infinidade de perguntas, que lhe chegam às mãos de todos os recantos do território nacional. Não termina aí sua atuação no vasto campo do Espiritismo: ocupa constantemente a tribuna e o rádio, e nunca silencia ante a manobra daqueles que tentam lançar confusão na doutrina, através de “Livros Negros” e “Pastorais”. Os adversários, que deliberadamente esquecem os fatos essenciais, de caráter informativo e formativo do Espiritismo, objetivam levar o descrédito para as hostes kardecistas. Carlos Imbassahy sustenta – e sustenta bem – que o verdadeiro espírita não pode e nem deve ficar calado, se o Espiritismo é atacado. Sai logo a repelir o ataque, com as armas da experiência e da lógica, evidenciando a falsidade da agressão. Fala com sabedoria e dignidade. Recompõe, discute e convence. Ensina, de maneira clara e precisa, o nascimento, o desenvolvimento, a expansão e as conseqüências religiosas, científicas e filosóficas do Espiritismo. Esfarela a agressão. Mesmo para o adversário recalcitrante e de má fé, tem sempre uma palavra de bom humor, como a advertir que o Espiritismo e Allan Kardec continuarão a viver, pela eternidade, queiram ou não os dissidentes. A Missão de Allan Kardec é bem a prova de amor de Carlos Imbassahy pelo Espiritismo e por Allan Kardec. Corre, no tempo e no espaço, em busca dos precursores do mestre; examina, em suas particularidades, as manifestações de Hydesville, o que quer dizer, “o início do Espiritismo”; vive a missão do reformador, “cheia de tropeços e perigos”; revive, em síntese magnífica, as características do Espiritismo; defende a vida e a obra de Allan Kardec, contra as arremetidas do clero, que dia a dia perde domínio sobre as massas populares. Mas Carlos Imbassahy, escrevendo A Missão de Allan Kardec, não se limitou a uma reconstrução hist ...
rica, o que seria, sem dúvida, trabalho meritório e digno de louvores. Foi além: fez obra de ensaísta, honrando a literatura espírita. Allan Kardec se inscreve, sem favor algum, entre os grandes benfeitores da humanidade, e neste momento, com redobradas razões, o seu nome será invocado em todo o universo como o gênio do Espiritismo, porque, como já disse pelo jornal Mundo Espírita, “se deve a Allan Kardec a sistematização do Espiritismo, em forma clara e precisa”. Não se prendeu, porém, a coordenar, colecionar e compor os fenômenos espíritas, pois instituiu uma teoria completamente nova da vida humana e seu destino, a qual encerra toda idéia de progresso e de evolução, e é a única que explica, racional e coerentemente, a diversidade de condições psicológicas, morais e sociais nos indivíduos. O Espiritismo influi poderosa e decisivamente na ordem moral, no sentido de orientar o homem para o bem; e na ordem civil para tornar efetivos os sagrados direitos da humanidade que aspira o reinado da fraternidade. Por isso mesmo Allan Kardec ocupa, na história da ascensão humana, um lugar de excepcional relevo. Será sempre lembrado, como um dos vultos representativos da humanidade, por ter posto ao alcance de todo o mundo, com lucidez e perfeição, o condão da salvação, pelo progresso eterno das almas, através das vidas sucessivas. Sua doutrina – o Espiritismo – operou, como ele previa, “uma revolução completa nas idéias e nas crenças”, razão pela qual sua obra se tornou imperecível, alcançando rápida propagação e aceitação, “neutra-lizando o efeito das doutrinas subversivas da ordem social, no reconduzir os homens aos sentimentos de seus deveres recíprocos”. É A Missão de Allan Kardec valiosa contribuição às apoteoses do primeiro centenário de O Livro dos Espíritos, destinada a ser compulsada com proveito por todos aqueles que se interessam pelos magnos problemas do espírito. Carlos Imbassahy tem a virt ...

Anterior 3 / 73 Próxima
Comentários:
Deixe aqui seu comentário sobre este livro:
Nome:
Comentário: