You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Alucinante Suspeita

Livro: Alucinante Suspeita

Autor - Fonte: Joan Hohl

1 / 59 Próxima

... Joan Hohl Série Desejo nº18 Homem do Mês Digitalização e Revisão Caroline Santos Título original: WOLFE WATCHING - 1994 SERIA UMA PENA PÔR ALGEMAS NAQUELA MULHER TÃO LINDA. O Homem: Eric Wolfe – policial disfarçado que sentia seu coração disparar toda vez que espreitava aquela fascinante suspeita. A Suspeita: Tina Kranas – ex-mulher de um traficante de drogas. Provavelmente, era tão culpada quanto parecia. Eric conhecia o número da lingerie de Tina e a hora em que ela costumava ir para cama. Isso sem terem passado uma só noite juntos. Mas seria Tina realmente uma criminosa? A melhor maneira de descobrir era parar de vigiá-la e tentar seduzi-la. CAPÍTULO UM Ela era de tirar o fôlego. Eric Wolfe inspirou fundo e soltou o ar dos pulmões devagar, os olhos fixos na mulher que acabara de sair de casa e começara a caminhar, casualmente, na sua direção. Distante alguns metros, ele fingia consertar a moto estacionada sobre o passeio enquanto não a perdia de vista um segundo sequer. A morena deslumbrante não era muito alta. Entretanto a baixa estatura em nada diminuía o impacto da beleza fe¬minina e sensual. As feições delicadas, emolduradas por cabelos castanhos claros e os olhos enormes, protegidos por cílios longos e espessos, criavam uma imagem de pura inocência. Certo. Eric sorriu irônico. Christina Marianna Kranas. Os amigos a chamavam de Tina. Na verdade aquela mulher lhe parecia uma perfeita contradição. Raramente, ou melhor dizendo, nunca, saía so¬zinha com um homem, embora costumasse se encontrar com uma turma grande de amigos nos fins de semana. Porém ele não fazia parte da turma. Era apenas um vi¬zinho, aliás, um vizinho recente e temporário. Mesmo assim sabia tudo sobre Tina. Nascida e criada em Filadélfia, ela estava agora com vinte e seis anos e quatro meses de idade. Casara-se, depois de um namoro rápido, aos vinte e um. Só que as coisas não havi ...
m dado certo. O tal fulano tinha uma ficha criminal respeitável, apesar de jamais ter cumprido pena. Sempre conseguira escapar às condenações por insuficiência de pro¬vas concretas. Christina jurara não ter conhecimento sobre o envolvimento do ex-marido com a lei. De qualquer maneira Eric ainda alimentava certas dúvidas sobre o assunto. Pelo menos até que se provasse o contrário. O casamento mal durara dezoito meses e não deixara filhos. Christina conseguira o divórcio um ano atrás. O estranho era que Glen Reber, o ex-marido bonitão, continuava a visitá-la de vez em quando. e também ao melhor amigo que, talvez não por acaso, morava na casa da esquina, a mesma que Eric mantinha sob constante vi¬gilância. Assim que os papéis do divórcio foram assinados, Chris¬tina reassumira o nome de solteira e também a responsa¬bilidade de pagar a hipoteca da casa onde morava, uma construção pequena e aconchegante num bairro calmo, quase fora dos limites da cidade. Profissionalmente sua bela vi¬zinha parecia ir muito bem, obrigado. Dona de uma flori¬cultura no centro, a loja exibia a mesma elegância e bom-gosto da proprietária. Portanto nunca faltavam fregueses. Christina media um metro e sessenta e quatro de altura e mantinha o peso por volta de cinqüenta quilos, descon¬tando as flutuações mensais, é claro. Manequim quarenta, sutiã quarenta e dois, sapatos número trinta e cinco. Vestidos e blusas, em geral, tamanho P, dependendo do fabricante e da qualidade do tecido. Eric sabia todos esses detalhes íntimos porque fazia parte de seu trabalho levantar quaisquer informações possíveis sobre um provável suspeito. Levar a profissão a sério sempre fora uma de suas qualidades, em especial desde a morte de seu pai, morto por traficantes de drogas durante uma "batida", três anos atrás. Bem voltando ao presente, Christina caminhava agora na direção do ponto de ônibus, já que seu carro continuava na oficina para reparos. Não fora por ...

Anterior 2 / 59 Próxima
Comentários:
jo: bom,mas muito curto..
Deixe aqui seu comentário sobre este livro:
Nome:
Comentário: