Whats: (11)991916085


VÍDEO: É O FIM DO MUNDO OU O COMEÇO

Você está em: Página inicial / Apaixonantes / A Magia de Micah Página 2
A Magia de Micah

Livro: A Magia de Micah Página 2

Autor - Fonte: Anya Bast

Ir para a página:
...nto no corredor soaram o eco de passos e Adam parou na soleira. — Temos problemas Micah se voltou. — Problemas? Que problemas? Não tivemos problemas desde que Rue tirou Stefan das ruas de Eudae. — Exatamente, — disse Adam sem fôlego. — Stefan escapou. — Escapou! — Micah olhou Adam pasmo. — Mas sua magia desapareceu, não é como se pudesse fazer mal a alguém. — Uma vez que as palavras saíram de sua boca se deu conta da tolice que disse. Stefan possivelmente não tinha poderes, mas isso não significava que fosse impotente. Não por muito tempo. Sua mandíbula endureceu. — Certo, então vamos encontrá-lo. Adam assentiu. — Por isso estou aqui. Além de Claire, é o bruxo que melhor conhece Eudae. O grupo de busca somos você, Claire e eu. Micah olhou para Emily. — E Emily. Quer dizer, se estiver disposta a nos acompanhar. Ela sorriu. — Nunca recusaria a oportunidade de caçar Stefan Faucheux. — Perfeito, porque tem todos os meus feitiços. Preciso de você para poder seguir. Seu sorriso vacilou e abandonou seus olhos. Ele teve um segundo para se precaver disso, antes que Adam os arrastasse. Mal teve tempo para apagar o fogo. O feitiço de alarme para Eva teria que esperar. Sob as ordens concisas de Thomas Monahan, os quatro mal tiveram tempo suficiente para vestir roupa apropriada e juntar suprimentos. No final resultou que Stefan escapou do palácio de Eudae e tinha fugido para as montanhas. Assim precisariam de botas de mont...
nha e roupa adequada para viajar a pé. Prepararam pacotes com sacos de dormir, comida e água. Rue era da opinião que as bruxas poderiam rastrear Stefan melhor que Atrika. Algo sobre Aeamon e padrões de distribuição de pensamento. Chegaram de novo ao escritório de Thomas e abriram o portal. O resplendor do buraco igualava os padrões vibratórios entre as duas realidades, o que permitia às pessoas viajar de um lado ao outro. — Este portal está protegido desde Eudae contra Stefan? —Perguntou com brutalidade Micah. Só existia um e certamente seria o principal objetivo de Stefan. Thomas assentiu com a cabeça. — Está sendo vigiado de perto do outro lado da rua pelo mesmo Rue, junto com um grupo de escolhidos Ytrayi. Stefan não passará. — Ele já tentou, —adicionou Claire. — Rue disse que o feriram, mas ainda assim escapou. Agora vai a pé, sangrando e chegou até as montanhas. — Que diabos é isso? — murmurou Micah. — Soa a medo. Stefan Faucheux não tem medo de nada. — Melhor o encontramos, — respondeu Thomas. — Cada minuto que perdemos é outro minuto que Stefan se afasta. Têm tudo que necessitam? — Olhou fixamente para Micah. Micah assinalou com a cabeça para Emily, que não parava de olhar à porta dimensional. Provavelmente nunca esteve tão perto de uma. — Ela é minha nova assistente e está fazendo tudo o que eu faria normalmente, incluindo os seguimentos. Recentemente está comigo. Enquanto Rue tenha um pouco de Stefan, poderemos localizá-lo. Ele ainda não se afastou. Thomas assentiu. — Capturem-no com vida e o levem para Rue. Seria uma lástima matá-lo e ele ficar sem castigo. — Todos estamos de acordo nisso. — Por muito que Micah o quisesse morto naquele fatídico dia, quando ele, Duskoff e os demônios aliados de Atrika, chegaram ao refúgio em que tinha começado a roubar das bruxas sua magia. Sabia bem que uma vida como escrava em Magickless Eudae era pior castigo que a morte. Talvez desse a Stefan a oportunidade de aprender um pouco de humildade e reencarnar em sua próxima vida como melhor ser humano. Provavelmente não, mas Micah não perdia a esperança. De todo modo, Stefan em Eudae tentando ganhar o favor de Rue e do Cai dos demônios Ytrayi cada dia era algo agradável. Não podia evitar sorrir ao imaginar. Claire e Adam saíram pela porta, foram tragados por uma luz brilhante e desapareceram. Aproximou-se de Emily. — Preparada? Ela afastou o olhar da porta. — Preparada e pronta. Ele esticou o momento a observando, apreciando sua beleza a cada vez que estava perto dela. Tinha os olhos azuis e o rosto pálido, em forma de coração emoldurado com um cabelo comprido, espesso, ondulado e escuro. Seu corpo era como de uma bailarina, forte, alto e esbelto. Entretanto, seu porte e sua conduta não eram a de uma bailarina. Emily estava ao lado de um idiota cretino como ele. Um aventureiro imbecil, esse era ele. Nunca tinha medo de provar novidades, ávido p...
n, poderemos localizá-lo. Ele ainda não se afastou. Thomas assentiu. — Capturem-no com vida e o levem para Rue. Seria uma lástima matá-lo e ele ficar sem castigo. — Todos estamos de acordo nisso. — Por muito que Micah o quisesse morto naquele fatídico dia, quando ele, Duskoff e os demônios aliados de Atrika, chegaram ao refúgio em que tinha começado a roubar das bruxas sua magia. Sabia bem que uma vida como escrava em Magickless Eudae era pior castigo que a morte. Talvez desse a Stefan a oportunidade de aprender um pouco de humildade e reencarnar em sua próxima vida como melhor ser humano. Provavelmente não, mas Micah não perdia a esperança. De todo modo, Stefan em Eudae tentando ganhar o favor de Rue e do Cai dos demônios Ytrayi cada dia era algo agradável. Não podia evitar sorrir ao imaginar. Claire e Adam saíram pela porta, foram tragados por uma luz brilhante e desapareceram. Aproximou-se de Emily. — Preparada? Ela afastou o olhar da porta. — Preparada e pronta. Ele esticou o momento a observando, apreciando sua beleza a cada vez que estava perto dela. Tinha os olhos azuis e o rosto pálido, em forma de coração emoldurado com um cabelo comprido, espesso, ondulado e escuro. Seu corpo era como de uma bailarina, forte, alto e esbelto. Entretanto, seu porte e sua conduta não eram a de uma bailarina. Emily estava ao lado de um idiota cretino como ele. Um aventureiro imbecil, esse era ele. Nunca tinha medo de provar novidades, ávido por experiências únicas. Agarrou-a pela mão. — Vai ser um pouco remexido. Espere turbulências. Especialmente fortes náuseas. — OH, que divertido. — Ela olhou à porta, preparando-se mentalmente. Entraram juntos. Ambos tropeçaram e caíram de joelhos. Emily o agarrou pela mão como se pudesse protegê-la do sufoco. Protegendo-se com a outra mão, ele baixou a cabeça tentando conter as náuseas, enquanto Emily fazia o mesmo ao seu lado. Não importava quantas vezes viajasse através da porta, nunca melhorava. Ter o padrão de sua estrutura molecular vibrando não era precisamente brincadeira e diversão. Quando pôde fazê-lo sem danificar a limpeza do bonito mármore do chão, levantou a cabeça para encontrar na rua um grupo de altos e musculosos guerreiros Ytrayi ao seu redor. Claire e Adam também se recuperavam e também estavam de pé, olhando-os. Adam se inclinou e estendeu a mão para Micah. Ele a tomou, levantando-se e ajudando Emily a ficar em pé. — Está bem? — Murmurou perto de seu ouvido. Ela assentiu. — Isso sim foi um passeio selvagem. — Imediatamente observou ao seu redor com interesse. — Caramba! — Bem-vinda à Eudae, Emily, — disse Rue. Inclinou a cabeça. — E bem-vindo outra vez, Micah. — Obrigado. — Micah viu um pedaço de roupa na mão de Rue. — É do Stefan? — Sim. — Rue a entregou para Micah que imediatamente a colocou nas mãos de Emily. Tudo o que ela tinha a fazer era se concentrar enquanto invocav...
or experiências únicas. Agarrou-a pela mão. — Vai ser um pouco remexido. Espere turbulências. Especialmente fortes náuseas. — OH, que divertido. — Ela olhou à porta, preparando-se mentalmente. Entraram juntos. Ambos tropeçaram e caíram de joelhos. Emily o agarrou pela mão como se pudesse protegê-la do sufoco. Protegendo-se com a outra mão, ele baixou a cabeça tentando conter as náuseas, enquanto Emily fazia o mesmo ao seu lado. Não importava quantas vezes viajasse através da porta, nunca melhorava. Ter o padrão de sua estrutura molecular vibrando não era precisamente brincadeira e diversão. Quando pôde fazê-lo sem danificar a limpeza do bonito mármore do chão, levantou a cabeça para encontrar na rua um grupo de altos e musculosos guerreiros Ytrayi ao seu redor. Claire e Adam também se recuperavam e também estavam de pé, olhando-os. Adam se inclinou e estendeu a mão para Micah. Ele a tomou, levantando-se e ajudando Emily a ficar em pé. — Está bem? — Murmurou perto de seu ouvido. Ela assentiu. — Isso sim foi um passeio selvagem. — Imediatamente observou ao seu redor com interesse. — Caramba! — Bem-vinda à Eudae, Emily, — disse Rue. Inclinou a cabeça. — E bem-vindo outra vez, Micah. — Obrigado. — Micah viu um pedaço de roupa na mão de Rue. — É do Stefan? — Sim. — Rue a entregou para Micah que imediatamente a colocou nas mãos de Emily. Tudo o que ela tinha a fazer era se concentrar enquanto invocav...

Ir para a página:
Comentários:
ilzeli: Faltou paginas.pareceu uma foda rapida.foi uma pena.
Deixe aqui seu comentário sobre este livro:
Nome:
Comentário:

WhatsApp: (11) 9 9191 6085
Busca Google